TEM PESSOAS QUE AMAM AS PESSOAS ENQUANTO ELAS TEM UTILIDADE EM NOSSAS VIDAS MAS O AMOR NAO É ISTO. VOCE PODE DEIXAR DE CAMINHAR , NAO PODE FAZER MAIS A COMIDA FAVORITA PRA SUA FAMILIA. É AI QUE SOBRA O AMOR. A HORA QUE PASSA A NOSSA UTILIDADE QUE ENCONTRAMOS QUEM NOS AMA. QUANDO EU DEIXO DE SER ATRATIVO NA VIDA DAS PESSOAS PERSISTIRA O AMOR. SE VOCE PERDER OS SEU TALENTOS , ACREDITE, QUE ENQUANTO SOBRAR AQUILO QUE VOCE É, VAI SOBRAR O SEU VERDADEIRO SIGNIFICADO COMO PESSOA. O QUE VOCE FAZ É O SEU VERDADEIRO SIGNIFICADO. O QUE A GENTE FAZ É MAIOR DO QUE AS PESSOAS PENSAM DE NÓS. A FÉ
SuellyMárquêz

Google

Posts Recentes



Créditos

Blogger

Meiroca

Haloscan

Photobucket

Imageshack

Freebie
 

 

sábado, maio 16, 2009

Receita de AMOR


Este está sendo o meu melhor Dia das Mães.
Um domingo assim meio embaçado tempo, mas com muitas alegrias.
Recebi muitas mensagens de carinhos de amigos(as).
e pensei que passaria em branco como em outros tantos momentos de minha vida, mas deixei o grande almoço á sós , de lado, não costumo sair para comemorar as datas, e pensei em fazer algo diferente, na certeza que estando só, faria uma refeiçãorápida mas que me alegrasse o coração.
Então lembrei me que havia os ingredientes para uma bruschetta, que tem o necessário para ser uma ótima alimentação.
Preparei os champignons picadinhos, piquei o tomate miudinho,
ralei o queijo provole em fatias fininhas
Cortei Paes franceses, ao meio, reguei com fios de azeite ( Extra Virgin Olive)de oliva verde,
e confeccionei as bruschetas,
coloquei as fatias de pão como uma cama numa forma refrataria,
e deitei sobre eles os champigons , o tomate, queijo, e cobri com o azeite, e coloquei azeitonas ,ervas e uns verdins,
levei ao forno para aquecer bem por uns ao minutos e sentir o cheiro do queijo,
neste momento convidei meu filho para a mesa comigo,
nos servimos, conversamos longamente,
sem pressa,
ele me abraçou e beijou.
Tudo muito simples , mas com certeza, nunca me esquecerei deste domingo,
estou sendo feliz,
e compreendi uma nova tônica na minha vida,
Compreendi que dia das Mães não é dia de dar e receber presentes, mas
que todos os dias são dias de mães e filhos,
o que importa é hoje ,
é estar presente,
ser o presente,
a vida nos ensina pelos seus caminhos que nao importa o valor daquilo que voce presenteia, nem importa o tamanho, o que importa é que o presente é a mais pura e verdadeira forma de carinho, é a forma de estar presente em nossas vidas, e nada mais importa, eu estava ali, junto do meu filho, isto é o presente...
descobri que presente é estar presente.
Hoje eu estou aqui
Hoje meu filho , está aqui.
Obrigado!

Receita de Bruschetta, original da regiao de Lazio, Italia

 

8 Comments:

Blogger Isabela Kastrup said...

Queridaaa, que lindo e delicioso post. Adorei a sua visitinha tb!
Beijinhos mil,
Isa

16 de maio de 2009 19:05  
Blogger talita said...

Suelly

Vendo você falar dos "verdins", lembrei de um livro que eu ganhei do meu pai no Dia das Mães: "Quitandas de Minas". Você conhece? É maravilhoso e me leva aí pra mais pertinho de você. Quando o leio, aquelas receitas antigas, histórias de família, fotos... parece que eu sou daquela família e que nasci aí em Minas! rsrsrs

Talvez essa seja a grande questão. Devemos ser todos da mesma família, não?

Um grande beijo pra você!

Talita

17 de maio de 2009 23:23  
Blogger Auréola Branca said...

Olá, querida Suelly.
É com imensa honra que recebo-te de volta ao meu Olhos Pretos. Saiba que minhas experiências são suas e de todos, que levam um pouco do meu ser consigo.

Huuum... Preciso dizer que me deixastes com água na boca?

Mas, referente ao Dia das Mães, falastes uma grande verdade. Abraçar a mãe, beija-la, tê-la sempre por perto é uma grande felicidade. Enquanto eu puder, terei-a em meus olhos, sempre.

Abraços carinhosos e com cheiro de maçã do amor.

18 de maio de 2009 03:42  
Blogger Elba said...

Suas palavras sempre me emocionam.
Você é uma pessoa abençoada, pois tem o dom da palavra, tem o dom de tocar outros coraçoes com a palavra.
Tenha uma linda e abençoada semana.
Beijo!

18 de maio de 2009 11:45  
Blogger Luma said...

Suelly, pois eu acho que dia das mães não é dia de farofa na praia! (rs*) É dia íntimo, familiar, dia de curtir o lar! Me perdoe quem gosta de badalar, mas é o que penso! E a Bruschetta me encheu os olhos! Bom demais, né? Boa semana! Beijus

19 de maio de 2009 00:10  
Blogger ♥ Denise BC ♥ said...

Su
Descrição correta do que é comemorar um Dia das Mães, na verdade o comércio que transforma em badalação e gastação, afinal els vivem disso.
Menina essa receita foi de babá, vou fazer em breve para minha família.
Bjs minha amiga.

20 de maio de 2009 09:08  
Blogger Silvia Masc said...

Lindim o teu post, falando do verdim das azeitonas e deixando-nos com água na boca.

Obrigada pelas palavras tão carinhosas que vc deixou no Unstrap.

20 de maio de 2009 22:18  
Blogger Alcides said...

PARABENS PELO SEU TRABALHO GOSTEI MUITO VISITE MEU BLOG ELE É NOVO E DIFERENTE.

8 de junho de 2009 22:36  

Postar um comentário

<< Home