TEM PESSOAS QUE AMAM AS PESSOAS ENQUANTO ELAS TEM UTILIDADE EM NOSSAS VIDAS MAS O AMOR NAO É ISTO. VOCE PODE DEIXAR DE CAMINHAR , NAO PODE FAZER MAIS A COMIDA FAVORITA PRA SUA FAMILIA. É AI QUE SOBRA O AMOR. A HORA QUE PASSA A NOSSA UTILIDADE QUE ENCONTRAMOS QUEM NOS AMA. QUANDO EU DEIXO DE SER ATRATIVO NA VIDA DAS PESSOAS PERSISTIRA O AMOR. SE VOCE PERDER OS SEU TALENTOS , ACREDITE, QUE ENQUANTO SOBRAR AQUILO QUE VOCE É, VAI SOBRAR O SEU VERDADEIRO SIGNIFICADO COMO PESSOA. O QUE VOCE FAZ É O SEU VERDADEIRO SIGNIFICADO. O QUE A GENTE FAZ É MAIOR DO QUE AS PESSOAS PENSAM DE NÓS. A FÉ
SuellyMárquêz

Google

Posts Recentes



Créditos

Blogger

Meiroca

Haloscan

Photobucket

Imageshack

Freebie
 

 

domingo, maio 11, 2008



Chegou o momento de renovar a minha carteira de motorista.
e me lembrei de anos atrás quando fui fazer o primeiro exame psicotecnico,
Lia tudo com facilidade que secretaria perguntava, não usava óculos, e fui aprovada, que maravilha, agora poderia tirar o carro da garagem e sair a viajar,
Mas por estes dias pensei, vou olhar o vencimento da dita carteira, estava vencida!
Antes mesmo de ir por lá renovar a carteira devo fazer uma visita ao oftalmogogista, pois estou usando dois oculos, um sobre o outro,
Podem rir, é isto mesmo, minha visao ficou assim meio turva e experimentei colocar um oculos
deixado de lembraça por minha mãe sobre os que eu uso,
maravilhoso!
passei a ver tudo muito lindo e letras enormes, e assim estou há alguns meses,
e por mas esta e outras tambem me recordei dos titulos que fui recebendo pela vida afora,
Um dia queriam que eu dissesse que profissao eu tinha,
BEM, PENSEI, FORMADA EM MULTIPLAS FACULDADES EU SOU, mas na realidade o que faço?
Minha mãe dizia já :
nem sei o qe ela está fazendo mais,
toda hora tem uma coisa nova!
uma hora ela reforma a casa, outra hora vai pintar, fazer artesanato, dar aulas, atender as comuniidades,fazer sopas ra doar, visitar os idosos e as creches, , ela não para um minuto!!!!!!
mas vamosvoltar á historia da carteira de motorista
!
Pediram-me para informar qual era a minha profissão.
Hesiteu, sem saber bem como me classificar.
"O que eu pergunto é se tem um trabalho", insistiu a funcionária ..
"Claro que tenho um trabalho",
"Sou mãe."
"Nós não consideramos 'mãe' um trabalho. 'Dona de casa' , do lar, prendas domesticas foi a fala da moça pra mim,
Naquele dia não estava muito bem e nao queria estender a conversa, dizer de tantas coisas que estudei e que em muitos anos estavam todos os diplomas engavetados, xerocados, guardados, e eu ali na minha sessao de MÃE!
Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica.
A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona de um título sonante, do género 'oficial .
"Qual é a sua ocupação?" perguntou.
Não sei o que me fez dizer isto; as palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora:
"Sou Pesquisadora Associada no Campo do Desenvolvimento Infantil e das Relações Humanas."
A funcionaria ficou me olhando com ares de espanto, a caneta apontava para o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem.
Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas.
"Sou Pesquisadora Associada no Campo do Desenvolvimento Infantil e das Relações Humanas."
Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial.
"Posso perguntar", disse-me ela com novo interesse, "o que faz exatamente nesse campo?"
Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, respondí::
"Tenho um programa permanente de pesquisa (qualquer mãe o tem), em laboratório e no campo (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa). Trabalho para os meus Mestres (toda a família), e já tive uma aprovação(tenho um filho), e fiz graduação(tenho uma neta Sarah)
Claro que o trabalho é um dos mais exigentes da área das humanidades (alguma mulher discorda???) e frequentemente trabalho 14 horas por dia (para não dizer 24...).administração da casa, consulta de preços para utilidades domesticas, consultas de preços para os generos alimenticios, relaçoes de contas á pagar, atender todos os call center da vida ao telefone, responder pesquisas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária que acabou de preencher o formulário, levantou-se, e pessoalmente abriu-me a porta.
Quando cheguei a casa, com o trofeu da minha nova carreira erguido,
fui cumprimentada pela minha assistente de laboratório - de 80 anos, minha mãe, que me esperava com um cafezinho que só ela sabia fazer!!!!!!!!
Do andar de cima, pude ouvir a minha nova modelo experimental ( minha netinha) do programa de desenvolvimento infantil, testando uma nova tonalidade da voz.
Senti o cheiro gostoso vindo do quarto, era meu filho de banho tomado indo pra faculdade,
Senti-me triunfante!Tinha conseguido derrotar a burocracia!
E fiquei no registro do departamento oficial como alguém mais diferenciado e indispensável à humanidade do que
"uma simples mãe"!
Titulos de doutora honoriscausa!
Maternidade... Que carreira gloriosa!
Especialmente quando se tem um título na porta.
Assim deviam fazer todas as mulheres!
E as avós:
"Associada Sénior de Pesquisa no Campo (terreno) para o Desenvolvimento Infantil e de Relações Humanas".
E as bisavós:
"Executiva-associada Sénior de Pesquisa". Eu acho!!!
E também acho que para a tia pode ser
"Assistentes associadas de Pesquisa".
Obrigado!
Suelly
mas está é mesmo a situação que eu vivi, e sei que muitas entre vocês tambem se realizaram e hoje passam a assumir a profissao
atualizada, mas com mestrado e doutorado,
PARABENS Á TODAS NÓS MÃES !!!!







 

5 Comments:

Blogger Angel of Light said...

Olá irmã de luz!

Obrigada pela tua doce visita ao meu cantinho, que é teu também. É de todos!

Gostei muito do teu anis com canela, se bem que anis sozinho não gosto muito, mas agora canela, pode vir sozinha, acompanhada que devoro....hihihi...

Desejo-te um óptimo dia da mãe, se bem que dia da mãe é todos os dias... mal eles nascem!

Voltarei para te trazer mais luzes.

Até lá aceita os meus beijinhos de Amor, Paz e Luz!

11 de maio de 2008 16:14  
Blogger Anunciação said...

Obrigada e felizes dias das mães para você também.Obrigada também pelas belas mensagens enviadas.Um beijo.

11 de maio de 2008 20:09  
Blogger Patti said...

Feliz Dia da Mãe para si.

12 de maio de 2008 10:15  
Blogger COZINHAR COM OS ANJOS said...

Suelly têns toda a razão!!!Ser mãe,dona de casa,filha,mulher,etc,etc,cá em Portugal não é nada.Quando acontece essas situações comigo eu saio dos sitios muito triste.Por esse motivo eu digo sou douturada em relações humanas!!!!(SORRISOS)já olham com outros olhos.beijinho muito carinhoso

14 de maio de 2008 06:38  
Blogger Suelly Marquêz said...

QUERIDA IZABEL,
creio que sejas tudo de bom pra seus familiares, mas se ai em Portugal tem este tola discriminação adotes a situação que cá esponho és sim uma empresaria,
e tambem doutorada em recursos humanos e pesquisadora nas areas infantil e na area geriatrica,
parabens mamae Izabel,
BEIJOS NO CORAÇÃO,
suelly

24 de maio de 2008 02:01  

Postar um comentário

<< Home