TEM PESSOAS QUE AMAM AS PESSOAS ENQUANTO ELAS TEM UTILIDADE EM NOSSAS VIDAS MAS O AMOR NAO É ISTO. VOCE PODE DEIXAR DE CAMINHAR , NAO PODE FAZER MAIS A COMIDA FAVORITA PRA SUA FAMILIA. É AI QUE SOBRA O AMOR. A HORA QUE PASSA A NOSSA UTILIDADE QUE ENCONTRAMOS QUEM NOS AMA. QUANDO EU DEIXO DE SER ATRATIVO NA VIDA DAS PESSOAS PERSISTIRA O AMOR. SE VOCE PERDER OS SEU TALENTOS , ACREDITE, QUE ENQUANTO SOBRAR AQUILO QUE VOCE É, VAI SOBRAR O SEU VERDADEIRO SIGNIFICADO COMO PESSOA. O QUE VOCE FAZ É O SEU VERDADEIRO SIGNIFICADO. O QUE A GENTE FAZ É MAIOR DO QUE AS PESSOAS PENSAM DE NÓS. A FÉ
SuellyMárquêz

Google

Posts Recentes



Créditos

Blogger

Meiroca

Haloscan

Photobucket

Imageshack

Freebie
 

 

quinta-feira, abril 17, 2008

OS ADORMECIDOS







A ALFABETIZAÇÃO É A CHAVE QUE O SER HUMANO ADQUIRE PARA A EMANCIPAÇAO DE SER LIVRE,
É A SUA LIBERTAÇÃO EM TODOS OS SENTIDOS !!!!!

Infelizmente, para os FABRICANTES DE MISÉRIA é interessante manter a população na ignorância. Dessa forma, elimina-se o senso crítico da sociedade e abre-se o espaço para o domínio da desonestidade intelectual: a mídia mascarada e tendenciosa mente sem pudor e nas universidades os fatos históricos são distorcidos descaradamente, tudo em prol da sustentação de ideologias caducas que precisam manter multidões na indigência para a sua sobrevivência.
Meu pai era um homem visionario sempre olhando o lado social das pessoas, teve varias areas de negocios, formou na Faculdade de Viçosa mg, engenheiro agronomo, foi gerente de banco, fazendeiro, fabricante de telhas e ceramicas em geral, teve casa de ferragens, criador de gado, mas sempre mantinha uma grande biblioteca em nossa casa, era apaixonado por literatura, e dizia que se a população se mantivesse analfabetos, ficariam adormecidos para os fatos á sua vota,
e hoje vejo que isto é uma realidade, o mundo na social democracia, e tantos analfabetos ainda?

eu devia ter uns 4 anos de idade, e já sabia todas as letras e tambem os numeros, meus irmãos já eram alfabetizados e freqüentavam a escola, eu lia os cabeçarios de jornais, e por onde andava ou quando estavamos brincando na praça havia um trenzinho em cima de um hotel, que apresentava as propagandas , eu ia lendo as letras, os nomes das lojas, eu conferia com meus irmãos, era uma brincadeira divertida, e já conhecia todo o abecedário corretamente, meu pai valorizava a cultura, e já tínhamos a coleção inteira de MONTEIRO LOBATO, mas nossa familia foi criada entre livros mesmo! Recebi logo a seguir a instrução educacional na escola, mas meus pais não pararam por aí, aliaram ao ensinamento a minha cultura, que isto eles acreditavam ser de muita importanca, as informações que passavam eram de muitos valores agregados ao que eu ia aprendendo na escola, aprendi a formar as palavras, escrevia bilhetes pra minha mãe, e me comunicava com meus irmãos que foram para o colégio interno,
O nosso mundo era maravilhoso!
Entendo que no lar que todos incentivam á leitura, que fazem desta área uma atividade importante pra nosso futuro, as crianças se alimentam do sentimento de amor pela leitura e pela escrita, buscando seu mundo lúdico, as informações que seu espírito quer alimentar se,
em uma cerâmica que meu pai teve na cidade de Uberlândia - MG- Brasil
ele percebeu que numero de analfabetos era muito alem do que ele vislumbrava ser o normal,
entao aproveitou a matéria prima que possuía e deu trabalho apos o turno de serviço normal, seus funcionários para construir salas de aula,ele primeiro contratou professoras e depois sentiu que haviam pessoas que poderiam colaboram no seu projeto, estas pessoas eram familiarizadas com as letras ,eram operarias, ele entao pagava dois salário, um para quando elas eram operarias na cerâmica, fazendo tijolos e telhas e outro salário elas recebiam por alfabetizarem os seus filhos,(a família do Sr, JOÃO FIRMINO, foi toda estudada(como ele dizia) la na CERÂMICA IMPERIAL SUAS FILHAS SE TORNARAM PROFESSORAS GRAÇAS Á ESCOLINHA DA CERAMICA)
e disponibilizava nas salas de aula muito livros, jornais velhos e doou seu livros para que aquelas pessoas pudessem se apaixonar pelas letras,
o sonho do meu pai se transformou no meu sonho, e hoje sei das minhas possibilidades.
Realizei na fazenda o que ele queria, construímos um salão que chamamos de salao de convivência, ali as crianças apos as aulas ,que vão logo cedo, com o transporte escolar,estas mesmas crianças vêem pro salao pra fazerem as tarefas e fazerem alguma pesquisa, e ali tem uma mãe que disponibiliza suas horas em doação aos filhos dos outros, enquanto isto outras mães estão fazendo trabalhos manuais, ou culinária,
esta é a minha experiência de mulher mineira, cidadã do mundo que ousei transformar , continuar o sonho do meu pai, que dizia que o governo nao se interessava pelos analfabetos, E QUE O GOVERNO APESAR DE RESPONSAVEL TAMBEM NÃO ERA O TUDO, pelos sem cultura, mas haveria de haver um dia que eles valorizariam uma assinatura bem feita, uma escrita correta, uma leitura clara,UMA INTERPRETAÇÃO DOS TEXTOS.
Mas que cada um podia fazer a sua parte!
Teve uma hora em minha vida que achei que livros de medicina não adiantaria muito na minha biblioteca, já havia perdido muitas noites de sono, pesquisando ,o que meu fiho fala de cultura inutil, procura saber de coisas que nao vou utilizar em nada, ele explicou me que quando busco alguma informação sem necessidade é cultura inutil, eu caio na risada, porque se procuro saber é porque ainda tenho
interesse de conhecer, por isso fiz a doaçao pra biblioteca da faculdade, dos livros que eu tinha e que serviriam pra pesquisa dos alunos, se bem que eles utilizam mais as pesquisas on line, (outro mundo moderno, os alunos deixaram de frequentar as bibliotecas, que tanto amo, um pesar pra todos nós,)
vou confessar lhe um coisa:
havia feito uma monografia estes dias, pensando em como e o que iria deixar no blog sobre o que posso fazer pela erradicalção doanafabetismo, mas resolvi colocar este esta parte da historia da minha vida, mais simples mas que é a minha realidade,
vejo as crianças que começaram a aprender as primeiras letras , no caso de hoje vejo minha neta SARAH, fazendo o reconhecimento cognitivo das palavras, e sinto que se as crianças ou mesmo adultos nao souberem pra que serve a leitura e a escrita, jamais entenderão os valores , pra que serve o SABER!!!!!!!!!
O homem só se sente homem quando valorizado,
Ler e escrever são produtos de um homem cidadão
SE A HUMANIDADE SEMPRE USOU DE TRAÇOS, DESENHOS PARA DESIGNAR SUA PESSOA, SEU LUGAR, SUA VIDA,
Percebi assim que tendo motivos, o ser humano vai através dos desenhos descobrindo a sua natureza
obrigado, pela oportunidade!
e como sempre digo,
haverá um temPo que não mais veremos pessoas sem interesse por ela própria
haverá um tempo que a humanidade se conhecerá a si mesma, e nao haverá barreiras entre nós!!!!!
eu acredito num mundo novo!!!!!!!!

 

10 Comments:

Blogger Patti said...

Lindas as fotos que você escolheu.

Também eu fui criada entre os livros e será sempre das melhores heranças que vou levar comigo e que deixo à minha filha.

Excelente experiência e que grande iniciativa a do seu pai.
Parabéns.

18 de abril de 2008 04:42  
Blogger Nina said...

É Suelly, seu pai foi mesmo um grande homem. Sorte sua e de seus irmãos.

E fico pensando que triste é ficar adormecido, não é mesmo??

Bjs pra vc

http://entremaesefilhas.blig.ig.com.br/

18 de abril de 2008 07:10  
Blogger Denise BC said...

Querida Suelly
Fiquei realmente emocionada com esse seu post, bela linda biografia que apresentou.
Você é de uma família privilegiada que sabe valorizar conquistas sociais importantes, ajudar e concientizar o próximo.
Com certeza você já vem fazendo a sua parte para a erradicação do analfabetismo, dando seguimento ao trabalho de seu pai.
Parabéns e obrigada pelo vídeo, adoro essa música "Aquarela".

Um Grnade Beijo,
Denise BC

18 de abril de 2008 10:35  
Blogger Georgia said...

Que orgulho você tem do seu pai, nao?
Mas deve ter mesmo. Ser criada com todos esses livros, uma casa com biblioteca. Mas que infelizmente essa nao é mais a realidade brasileira. Eu me lembro também que antigamente até o mais pobre tinha uma pequena biblioteca. Mas hoje em dia nao dá nempara o pao da manha, quanto mais comprar livros.

Você termina bem o seu post: "O homem só se sente homem quando ele é valorizado."

Entao, vamos fazer algo, partindo de nós para diminuirmos esse número. Nao vamos mais esperar pelas autoridades. Nao adianta termos tido a sorte de termos recebido tanto saber e nao usá-lo.

Grande beijo e obrigada pela participacao

18 de abril de 2008 11:28  
Blogger seja_muito_feliz_sempre said...

Oi Suelly, tudo bem? O importante que o seu pai soube olhar a falta do outro, colocou-se no lugar dessas pessoas e batalhou para ajuda-las e vc fez o mesmo ao continuar o trabalho do seu pai. Isso que o Brasil (o seu povo)precisa ao invês de ficar so reclamando do governo. O analfabetismo é uma grande arma para quem esta no poder, pq não há questionamentos e nem discernimento se esta bom ou ruim. E assim há perpetuação no poder. Sou mineiro tb, moro em BH e quando vejo essas pesquisas que indicam que o número de analfabetos diminuiu, fico com o pé atrás. O que tenho visto que apesar de a educação ter chegado para mais pessoas, ela continua doente... muitos saem e passam de ano sem saber ler, escrever direito... Já dei as minhas aulas particulares e pude notar que coisas básicas não eram sabidas pelas pessoas que estavam cursando a sua respectiva série. O governo tem a sua parcela de culpa, mas principalmente profissionais da educação que em nome de um mal salário, cruzam o braço e vão as escolas só para cumprir presença. Penso assim, se entrei em algum lugar, sabia que o salário é X, não há desculpas depois para não fazer o que me foi designado alegando um mal salário. Educador é uma profissão de grande responsabilidade, pq transforma vidas e cria o futuro. E alguns não tem essa consciência. Que Deus ilumine nos seus objetivos e que possa continuar levando ajuda para quem precisa. Se cuida. Tenha uma excelente semana. Beijão no coração

http://www.cantinho_da_felicidade.blogger.com.br

18 de abril de 2008 15:30  
Blogger  said...

Parabéns minha querida Suelly!

A maior herança que seus pais deixaram para você foi o grande e com certeza o maior projeto da vida deles, alfebetizar os que ao seu lado estiveram por uma vida inteira e você deu a continuidade.
Isso eu chamo de ser solidário.

Esse é o grande mandamento do Senhor" O AMOR AO PROXIMO, O AMAR TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO E A DEUS ACIMA DE TODAS AS COISAS".

É realmente colocar na prática a grande pergunta da Blogagem " O que vc faria para acabar com o analfabetismo no Brasil".
Você não só é uma grande privilegiada, mais a que faz juz ao sua HERANÇA.

Eu não tive uma Biblioteca em minha casa, faz fui atraz de uma ou várias que há em minha cidade.

Meu Pai sempre me ensinou que quem quer FAZ A DIFERENÇA, os maiores gênios do mundo não foram tão abastados, muito pelo contrário eram filhos da humildade de um povo.

Falar é fácil, colocar em prética aquilo que falamos é difícil.

Querida amiga fico muito feliz de poder ter te conhecido, espero que tornemos a partir de agora grandes amigas e cumplices dos anos de nossa maravilhosa idade e experiência, pois a vida é melhor Faculdade que podemos frequentar, os diplomas que dela recebemos poucos poderam entender.

Grandes beijos e tenha um final de semana iluminado e vitorioso!

18 de abril de 2008 15:49  
Blogger Lulu on the Sky® said...

Suely agradeço e retribuo a visita e parabenizo a seu pai.
Big Beijos

18 de abril de 2008 17:15  
Blogger Luma said...

Minha mãe trabalha na área de educação e a nossa vida também foi muito rica. Ela sempre nos disse que o conhecimento ninguém nos tira e que para nós seria a melhor herança que ela nos daria. Um dos motivos para eu ter o blogue é esse, compartilhar conhecimento. Apesar de que, de vez em quando sai umas bobeiras.
Seu pai foi um grande exemplo e quem dera existissem mais pessoas assim. Beijus, Luma

18 de abril de 2008 20:56  
Blogger Patti said...

Obrigada por participar na história.
deixei lá um recado para si.
Na segunda feira, irei postar toda a história com pequeníssimas alterações, mesmo muito pequenas, uma palavra ou outra para que todas as histórias se peguem melhor umas nas outras.
Bom fim de semana!

18 de abril de 2008 21:21  
Blogger Meiroca said...

Excelente a sua particpaçao Suelly, muito obrigada por aceitar nosso convite,
Um beijo
Meire
www.meiroca.com

19 de abril de 2008 06:19  

Postar um comentário

<< Home